Praticamente…

      Assim como no primeiro disco, de novo eu discordo do que foi escolhido como primeira música de trabalho de Nervoso. Não que isso tenha qualquer importância, claro. Diga lá: ares de superprodução, certo?