créditos: G1

O que dizer?

Radiohead e Kraftwerk não deixaram brechas para reclamações. Duas apresentações impecáveis, dois shows históricos. Sem querer dar uma de afetado, mas é realmente difícil imaginar como deviam se sentir os inúmeros artistas brasileiros que assistiram aquilo tudo e depois têm que voltar a nossa realidade de palcos, cenários e luzes.

Uma noite sem logomarcas, sem confusão, sem atrasos, com dois grandes espetáculos emocionantes. Música e estética visual num grau de apuro de doer.

Dispensável só mesmo o show totalmente desanimado e sem empolgação do Los Hermanos, que a julgar pelo que se viu ontem, não deve e não deveria voltar à ativa tão cedo. Frustrou muitos fãs (inclusive este que vos tecla). Não deu liga. Uma pena. Mas com o que veio depois, não dá nem pra lembrar que eles estiveram por ali.

Foda.