((momentaneamente sem poder postar vídeos aqui, favor acessar o player ali em cima à direita pra assistir o vídeo))
      Essa é a única música boa do segundo disco do CSS, não por acaso a que mais se aproxima do que era o clima debochado e superafetado do primeiro. Por isso, tão divertida e inconseqüente. Sem nada grave ou sério como história de fundo. O clipe vai um pouco nessa onda, do tosco como estética, com uma historinha sem importância e grudenta, cheia de detalhe pra se assistir de novo, e de novo.